Pular para o conteúdo principal

E tudo passa... adoro esse

Um dia, então, você percebe que aquilo não te faz sofrer como antes. Ainda te afeta, mas aquela vontade de se trancar no quarto e chorar durante horas já não existe mais. É somente um desconforto, algo como a dor de uma picada de agulha, que já não é notada quando se desvia o pensamento e concentra-se em outra coisa.
Essa efemeridade é o que te dá a certeza de que logo não haverá mais dor, por mais ínfima que seja, ao voltar a olhar para essa lembrança. Haverá apenas mais um pensamento insignificante entre tantos outros, uma experiência a mais em sua vida que te tornou mais forte e sábia.

                                            (Layanne Rezende)

Comentários

  1. Que lindo! Não sabia que tinha um texto meu aqui *-*
    Obrigada por compartilhá-lo!
    Estou linkando sua página no meu blog (passa lá depois: http://pensamentosnobau.blogspot.com.br/p/em-outros-baus.html).
    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário